NOTÍCIAS

Dieta e exercícios no Alzheimer

02.08.2010

Por Prof. Wagner Silva Dantas

Nikolaos Scarmeas e colaboradores cardiologistas e pesquisadores da Columbia University Medical Center, Nova Iorque, publicaram, um estudo em que investigaram a associação combinada de dieta e atividade física ao risco de doença de Alzheimer. O estudo foi de acompanhamento prospectivo de duas populações de 1880 indivíduos idosos, habitantes de uma comunidade, sem demência, que viviam em Nova York, cujas informações sobre dieta e atividade física estavam disponíveis. Medidas neuropsicológicas e neurológicas padronizadas foram realizadas aproximadamente a cada 1,5 ano, de 1992 a 2006.

Foi estudada a aderência à dieta do tipo Mediterrâneo (numa escala de 0 a 9; divididas em três níveis baixa, média ou elevada; e a atividade física (soma da participação semanal em atividades físicas variadas, ponderadas pelo tipo de atividade física [leve, moderada, vigorosa], separada ou combinadamente, foram os principais preditores nos modelos estatísticos. Os modelos foram ajustados para idade, sexo, etnia, educação, genótipo de apolipoproteína E, ingesta calórica, índice de massa corpórea, tabagismo, depressão, atividades de laser, um índice de comorbidade e escore basal à Classificação Clínica de Demência. O principal desfecho analisado foi o tempo para a incidência de doença de Alzheimer.
No total desse grupo de 1.880 pessoas houve 282 casos de doença de Alzheimer que ocorreram durante tempo médio de 5,4 anos de acompanhamento (variando de 2,1 a 8,7 anos . Quando considerados simultaneamente, tanto a aderência à dieta do tipo Mediterrâneo quanto atividade física houve um menor risco de DA. Comparados a indivíduos sem aderência à dieta, tampouco participando de atividade física apresentaram maior risco de doença de Alzheimer.

Os pesquisadores concluíram que tanto a aderência à dieta do tipo Mediterrâneo quanto elevado atividade física associaram-se independentemente a risco reduzido de doença de Alzheimer. Tanto a elevada aderência à dieta do tipo Mediterrâneo quanto maior atividade física foram independentemente associadas a menor risco de doença de Alzheimer (DA), porém a associação dos dois fatores combinados não foi investigada

 Fonte :: JAMA. 2009 Aug 12;302(6):627-37 - www.wagnersilvadantas.com.br