NOTÍCIAS

APLICAÇÃO DA SUPLEMENTAÇÃO DE CREATINA

16.03.2015

Combinar exercícios aeróbios com musculação parece a escolha da maioria dos praticantes e treinadores. Embora interessante, este modelo de treino implica em redução do desempenho de força. Neste post vamos discutir como a suplementação de creatina pode reverter este efeito.

 

Talvez a combinação de exercícios mais popular que há entre praticantes de atividade física seja o que conhecemos na ciência como treinamento concorrente. Entende-se por este último como o uso combinado de exercícios de força e exercícios aeróbios em uma mesma sessão ou período de treinamento. De maneira simplista, é a famosa corrida seguida pelo treino de musculação que tanto vemos nas academias de ginástica.

 

Muito tem sido estudado acerca dos efeitos desta combinação e, embora

este modelo de treinamento tenha efeitos comprovados nos mais diferentes

contextos, alguns aspectos importantes desta prática precisam ser ponderados.

Vejam só, quando executamos os dois tipos de exercício em uma mesma

sessão de treinamento, é bastante intuitivo assumirmos que o desempenho

do primeiro exercício incorrerá em um certo grau de fadiga que afetará

o desempenho do exercício seguinte, concordam? De fato, a literatura é

vasta em exemplos que ilustram o resumido acima. De maneira ainda mais

importante, realizar os exercícios aeróbios (em especial quando em alta

intensidade) antes dos exercícios de musculação parece afetar negativa

e significantemente o desempenho de força subsequente. As razões para

este efeito envolvem aspectos neurais (ligados à fadiga do sistema nervoso

central) e bioenergéticos (relacionados ao fornecimento de energia para a

contração muscular). Com isto em mente, recentemente desenhamos um

experimento para verificar se o uso da creatina poderia antagonizar os efeitos da “concorrência” induzidos por este modelo de treinamento.

 

O desenho era razoavelmente simples e envolvia dois grupos de indivíduos

treinados em força que deveriam consumir creatina ou placebo. Depois de

 

força menos eficiente para este grupo, o que, em longo prazo, pode significar em adaptações sub-ótimas ao programa de treinamento. A suplementação de creatina, por sua vez, parece amenizar estes efeitos, garantindo um estímulo otimizado.

 

Prof. Dr. Hamilton Roschel - Blog Ciência Informa

Site: www.cienciainforma.com.br

Referencia:

Creatine supplementation prevents acute strength loss induced by concurrent exercise. de Salles Painelli V, Alves VT, Ugrinowitsch C, Benatti FB,

Artioli GG, Lancha AH Jr, Gualano B,Roschel H. Eur J Appl Physiol. 2014

 

Aug;114(8):1749-55.