NOTÍCIAS

Quatro hábitos de vida para ter uma velhice bem-sucedida

19.11.2012

  

http://i0.ig.com/bancodeimagens/as/rg/i0/asrgi0v6cuen1o3gvmqtlmj7b.jpg

Moderar no álcool e comer frutas e legumes na meia-idade permitem um envelhecimento bem-sucedido

Consumir álcool moderamente e comer frutas e legumes na meia-idade podem levar a uma velhice mais funcional e saudável.

Pesquisadores descobriram que quatro tipos de hábitos saudáveis durante a meia-idade – não fumar, consumir álcool moderadamente, fazer exercícios regularmente e comer frutas e legumes – foram associados a uma maior probabilidade de envelhecimento bem-sucedido.

Depois de acompanhar 5.100 homens e mulheres britânicos saudáveis, com idade entre 42 e 63, por 16 anos, os autores do estudo definiram os hábitos de vida saudáveis indispensáveis para ter uma velhice sem maiores intercorrências. Durante esse tempo, cerca de 550 participantes morreram, 950 foram classificados como sucesso de envelhecimento e as pessoas restantes envelheceram normalmente.

Benefícios

Envelhecimento bem-sucedido foi definido como a manutenção da mobilidade, da função pulmonar, da saúde mental, do pensamento e das habilidades de memória, assim como não ter doenças crônicas (diabetes, câncer, doenças cardíacas, acidente vascular cerebral) ou deficiências com 60 anos ou mais. Pessoas classificadas na categoria de envelhecimento normal tinham doenças crônicas, além de funcionamento físico e saúde mental possivelmente reduzidos.

As pessoas do grupo de envelhecimento bem-sucedido eram mais propensas a serem casadas (81%) do que aquelas no grupo de envelhecimento normal (78%) e os participantes que morreram durante o estudo (71%). Gestores de sucesso também foram mais propensos a terem um maior nível de educação (32%) do que aqueles no grupo de envelhecimento normal (24%) ou no grupo de falecidos (18%).

"Nosso estudo mostra o impacto cumulativo de comportamentos saudáveis sobre o envelhecimento bem-sucedido – quanto maior o número de comportamentos saudáveis, maior o benefício", escreveu Severine Sabia do departamento de epidemiologia e saúde pública da University College London.

"Embora comportamentos saudáveis individuais sejam moderadamente associados com o envelhecimento bem-sucedido, seu impacto combinado é bem mais eficiente", afirmam os pesquisadores.

"Vários comportamentos saudáveis parecem aumentar a chance de alcançar a velhice livre de doenças e totalmente funcional", completaram.

Os resultados do estudo foram publicados no dia 22 de outubro no Canadian Medical Association Journal.

Fonte: Site www. saude.ig.com.br -  The New York Times | 06/11/2012