NOTÍCIAS

Saiba como se prevenir contra a dengue e pedir vistorias no Rio

27.10.2011

 A poucos meses para o verão, as autoridades de Saúde do Rio de Janeiro já alertam para a possibilidade de haver uma grande epidemia de dengue em 2012. Pensando nisso, a prefeitura informou que o cidadão pode se informar sobre a doença e pedir a visita de um agente a sua residência através da central 1746.

Além disso, quem quiser, por exemplo, organizar palestras em associações de moradores ou condomínios, pode entrar em contato pelo email sps@smsdc.rio.rj.gov.br e fazer o pedido.

Em setembro, o secretário de Saúde Sérgio Côrtes, afirmou que essa será "talvez uma das piores epidemias da história do estado". Ele afirmou que, por exemplo, a Secretaria do Ambiente apresentou um plano de combate ao mosquito em ferros-velhos, e uma ação que foi copiada de Cingapura, chamada de "Dez minutos contra a dengue". O prefeito Eduardo Paes também há havia alertado sobre o problema.

Prevenção
A secretaria afirma que organizou as demandas de solicitação de serviço feitas pela central 1746 e que todas serão cumpridas no prazo. A secretaria disse não ter ainda dados de solicitações que chegaram pela central e quantas delas já foram atendidas. Até agora, segundo o órgão, foram feitas cerca de 3,4 milhões de vistorias de rotina.

A Secretaria informou também que estão sendo feitos mutirões de combate à dengue, nos finais de semana, intitulados "Ação nos bairros contra a dengue". Agentes vistorias imóveis e realizam trabalho de conscientização da população.

Para prevenir a infestação do mosquito da dengue, é preciso, entre outras coisas, manter a caixa d'água vedada e virar os baldes com a boca para baixo, remover folhas, galhos das calhas e guardar os pneus sem água e em lugares cobertos.

Decreto
O prefeito Eduardo Paes assinou, em agosto, um decreto declarando estado de alerta na cidade contra a dengue. O decreto determina que, no caso da ausência de moradores no domicílio suspeito de ter focos, o agente de saúde fará três tentativas de entrada, em dias e horários diferentes. A cada vez, ele deixará uma notificação com a data e a hora da próxima visita.

Caso os agentes não consigam fazer a inspeção, de acordo com a prefeitura, o fato será publicado no Diário Oficial, onde constarão também o dia e a hora de uma quarta visita. Se nessa data ninguém for encontrado mais uma vez, o agente poderá entrar à força no imóvel.

 

Fonte: Site G1 GLOBO.COM 25/10/11