NOTÍCIAS

Comer antes e depois do treino é indispensável, diz nutricionista

12.08.2011

  

 

Para quem faz exercícios físicos regularmente, a alimentação é uma arma poderosa para potencializar o efeito produzido. Porém algumas pessoas acreditam que não se alimentar antes e após o treino pode elevar o gasto calórico durante os exercícios, ajudando a emagrecer.

Segundo Fernanda Maciel, nutricionista especializada em Nutrição esportiva e treinamento físico, esse é um grande erro que não deve ser cometido, independentemente da modalidade praticada. “A ingestão anterior ao exercício é indispensável para que se tenha a energia suficiente para a prática do mesmo. Após o exercício, é importante alimentar-se para repor o que foi utilizado durante a atividade”, explica.

Uma dieta equilibrada para quem faz exercício deve conter carboidratos (pães, massas, arroz), proteínas (carne, leite, ovos), fibras (legumes, frutas, barra de cereais) e gorduras nas quantidades recomendadas. Cada alimentação deve ser baseada na frequência e intensidade dos exercícios, no sexo e na idade do praticante.

“Para todos os tipos de esporte, a ingestão de carboidratos antes e depois da prática, é indispensável. Isso acontece pois a energia produzida pelo corpo provém desse nutriente”, salienta Fernanda.

Alguns esportes como corrida, ciclismo e natação demandam maior quantidade de carboidratos. Já em esportes de força, como o levantamento de peso, o teor de proteína ingerida deve ser reforçado.

Após o treino, a indicação é de que os praticantes reponham os gastos com a ingestão de proteínas como carne, leite, iogurte, ovos, soja, entre outros.

O que comer?

Mais de 2 horas antes – Cereais integrais, arroz, massa, polenta, feijão, batata;
Entre 1 a 2 horas antes – Sanduíches simples, biscoitos e iogurtes;
Entre 30 minutos e 1 hora antes – Sucos, água de coco e frutas;
Após o treino – Massas, pães, carnes, leite, queijo, frutas, iogurte, legumes.

 

Fonte: ESPECIAL – DIRETO DA REDAÇÃO HELPLINK de 29 de julho de 2011 |