NOTÍCIAS

Salada colorida pode ser armadilha calórica

06.05.2011

 Uma boa salada no almoço com legumes variados. Pratos considerados “leves e saudáveis” são oferecidos em diversos restaurantes como uma forma prazerosa de manter a dieta e conquistar a tão desejada boa forma. Mas nem sempre aquela salada bonita é a melhor opção para manter uma dieta saudável e alcançar o peso ideal. Saladas que oferecem verduras, legumes e são complementadas com pães, massas e outros alimentos calóricos podem enganar aqueles que desejam seguir um ritmo de vida saudável.

De acordo como Antonio Pedro Tavares, diretor científico da NutriCore, rede de nutricionistas filiados, a “maquiagem” de alimentos saudáveis tem sido recorrente nos restaurantes. “O paladar tem sido priorizado de forma agressiva nos restaurantes. O consumidor, sem informação sobre o modo de preparo de cada prato, pode ser iludido com as opções supostamente ‘lights’ e acabar consumindo uma quantidade exagerada de calorias em apenas uma salada. Por isso, nos EUA, foi aprovada uma lei que obriga os estabelecimentos a informarem o teor calórico de cada prato no cardápio”, explica Tavares.

Existem dicas que podem auxiliar os amantes da comida saudável a monitorarem o que estão ingerindo. Por exemplo, observar a quantidade de óleo excessiva nos alimentos (exemplo: arroz “brilhante”), evitar carnes gordurosas ou preparadas à milanesa ou parmegiana, informar-se sobre quantidade de sódio presente na preparação (deve ser baixa) e ter cuidado na escolha dos molhos (os brancos são os mais gordurosos). É também preciso ter cuidado com os legumes preparados na manteiga, que pode gerar um acréscimo enorme no valor calórico desses alimentos.

Além do aumento de peso, esses alimentos podem trazer conseqüências maléficas à saúde do consumidor. Doenças como a hipertensão arterial, diabetes, doenças cardíacas, entre outras podem ser originadas pelo excesso de gorduras e açúcares no organismo.

“Comidas consideradas `pesadas´, com elevado teor de gordura, carboidrato e sal, tendem a dificultar a digestão, gerar queda de disposição depois do almoço, sonolência, picos hipertensos e outros sintomas que prejudicam bastante a qualidade de vida, além de contribuir para o aparecimentos de doenças”, conclui.

E você? Tem percebido o excesso de ingredientes calóricos nas saladas? Comente.

 

FONTE: Site HelpLink 18 ABR 2011 http://www.helplink.com.br/noticias/?p=1072